Bicentenário da Independência do Brasil em Cachoeira: as batalhas do 25 de junho de 1822

Em 25 de junho de 1822, na então Vila de Nossa Senhora do Rosário do Porto da Cachoeira, portugueses e brasileiros enfrentaram-se em conflito que se estendeu até o dia 28 do mesmo mês. Foram três dias de confronto, marcando os primeiros passos para a Independência do Brasil na Bahia. Ainda na manhã do dia 25 de junho de 1822, reunidos em sessão solene na Câmara Municipal, autoridades políticas aclamaram D. Pedro I “Príncipe Regente e Defensor Perpétuo do Brasil”, razão para a deflagração dos conflitos e animosidade de ambos os lados.
Este ano, celebra-se os 200 anos da Independência do Brasil. Na cidade de Cachoeira, as comemorações cívicas acontecerão no dia 25 de junho, data magna do município que possui o título de “Heroica Cidade da Cachoeira”, através do Decreto Imperial de 13 de março de 1837, em reconhecimento à sua participação nos movimentos separatistas ocorridos nas primeiras décadas do século XIX.
Imbuídos deste viés histórico e motivados pelo espírito revolucionário do povo cachoeirano de outrora, a Prefeitura Municipal da Cachoeira, através da Secretaria de Educação e da Comissão Organizadora das Comemorações Cívicas, Educativas e Culturais do Bicentenário do 25 de junho do ano de 1822, promoveu o lançamento oficial do Projeto Pedagógico e do Regulamento do Prêmio Literário do Bicentenário da Independência do Brasil em Cachoeira.
Além de celebrar os duzentos anos da Independência, as mencionadas ações objetivam incentivar estudantes da Rede Municipal de Educação à produção literária, conhecendo a história da cidade e valorizando o seu pioneirismo no processo de Independência do Brasil. A participação no Prêmio Literário envolverá todos os segmentos da Rede Municipal de Ensino: Educação Infantil, Ensino Fundamental (Anos Iniciais e Anos Finais) e Educação de Jovens, Adultos e Idosos (EJAI).
As escolas municipais de Cachoeira estão promovendo eventos, espaços de memória, oficinas temáticas, rodas de conversa e outras atividades pedagógico-culturais, visando aprofundar as reflexões e debates concernentes ao Bicentenário da Independência do Brasil em Cachoeira. Como culminância das ações, estudantes participarão do Desfile Cívico do 25 de junho, ocasião em que o município se torna, todos os anos, capital do Estado da Bahia por um dia, reconhecendo a sua relevância histórica, cultural e patrimonial, conforme lei estadual (Lei 10.695 /07).
A cidade de Cachoeira, conhecida por seus casarões coloniais, seus filhos e filhas ilustres, sua efervescência cultural e afro-religiosa, precisa também ser reconhecida por sua participação no processo de Independência política e construção deste país. Além do envolvimento de autoridades locais e do Recôncavo da Bahia, a participação popular nos eventos de junho de 1822 foi crucial para os rumos e desfecho dos acontecimentos. Salve o Bicentenário da Independência do Brasil em Cachoeira! Viva a Heroica Cidade da Cachoeira!

Alfredo Pinto da Silva Júnior e Jacó dos Santos Souza
Coordenação Técnico-Pedagógica
Secretaria Municipal de Cachoeira – Bahia

5 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *